A Marcha da Vida Universitários 2016 conhece o passado judaico na Polônia

 

A primeira parada da Marcha da Vida 2016 foi em Varsóvia, onde os jovens conheceram o cemitério judaico da cidade, o gueto, a Umshagplatz e visitaram o museu Polin.

O Museu Polin é o museu judaico da Polônia, eleito o Museu do Ano de 2016 pela European Museum of the Year Award (EMYA), e conta a história de 1.000 anos de vida judaica no País.

Fez parte desta experiência a visita a Tycocin, Lupchowa e Treblinka.

A viagem seguiu para Cracóvia, com as visitas a Lublin, os campos de exterminio de Majdanek e Auschwitz, e passeios pelo Kazmierz, o bairro judaico.

Em Auschwitz, o marchante Ricardo Palatnic leu para o grupo o capítulo do livro onde sua avó conta como foi a sua chegada lá. Todo o grupo ficou muito emocionado.

A viagem segue ainda para Berlim e Israel.

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.